Mais Categorias
Turismo

Pontos turísticos de Caruaru com autodescrição em três idiomas por meio de QR code

Inicialmente, o Monte Bom Jesus, a Feira de Artesanato e o Alto do Moura foram contemplados com o novo serviço, mas a previsão é que até o fim de maio mais de 20 locais tenham as placas de sinalização com o QR Code

 Inicialmente, o Monte Bom Jesus, a Feira de Artesanato e o Alto do Moura foram contemplados com o novo serviço, mas a previsão é que até o fim de maio mais de 20 locais tenham as placas de sinalização com o QR Code
DANIEL JÚNIOR 20/05/2019 226
    Compartilhe:

Três dos principais pontos turísticos de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, estão com um novo serviço de audiodescrição em três idiomas: português, inglês e espanhol. A iniciativa surgiu por meio de uma parceria entre a escola de idiomas CNA e a prefeitura, através da Fundação de Cultura e Turismo.

A nova ferramenta funciona com um sistema de QR Code, no qual com o aparelho celular é possível acessar os áudios e escolher o idioma. O objetivo da iniciativa é "facilitar a vida do turista estrangeiro que visitar Caruaru e assim aumentar o potencial turístico da cidade", conforme informou a assessoria de imprensa da instituição de ensino.

"Pensamos na possibilidade do turista estrangeiro que poderá conhecer um pouco mais sobre a nossa cidade e nossa história de forma autônoma e independente. Além disso, pode proporcionar também que estudantes da rede pública e privada realizem atividades pedagógicas em outros idiomas", explicou o coordenador de projetos e certificações do CNA, Derik Coriolano.

Segundo dados da coordenação de turismo da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru (FCTC), só na Semana Santa deste ano o município recebeu 200 mil turistas e a expectativa para o São João é que esse número chegue a 2 milhões. Ainda segundo os dados da FCTC, o número de visitantes estrangeiros ainda é pequeno, mas os mais frequentes são americanos, ingleses e franceses.

"Nós temos os agentes em alguns pontos turísticos que falam inglês, mas o turista poder ouvir na sua língua mãe a história daquele lugar dá mais autonomia e torna mais acolhedor para ele. Também poderemos alcançar pessoas com deficiência visual e assim tornar a cidade acessível a todos", destacou a coordenadora de Turismo da FCTC, Maria Betânia Ferreira.

Inicialmente, o Monte Bom Jesus, a Feira de Artesanato e o Alto do Moura foram contemplados com o novo serviço, mas a previsão é que até o fim de maio mais de 20 locais tenham as placas de sinalização com o QR Code.

  • Nenhuma tag encontrada
Notícias Relacionadas
Comente com o Facebook
Ofertas