Mais Categorias
Policial

Quatro são presos suspeitos de desviar R$ 2,5 milhões em Orobó

De acordo com o MPPE, desvios teriam sido no Instituto de Previdência municipal

De acordo com o MPPE, desvios teriam sido no Instituto de Previdência municipal
REDAÇÃO 24/07/2019 181
    Compartilhe:

Quatro pessoas foram presas na manhã de ontem (23) em uma operação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Elas são suspeitas de participar de um esquema que teria desviado pelo menos R$ 2,5 milhões em recursos do Instituto de Previdência municipal de Orobó, no Agreste do Estado.

O esquema criminoso era investigado desde 2015. De acordo com o MPPE, o ex-presidente do Instituto de Previdência, Gustavo José da Silva, a esposa dele e três amigos do casal teriam fraudado aposentadorias e benefícios.

Ainda de acordo com as investigações, o grupo também utilizava empresas para lavar dinheiro. Além de Orobó, os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos no Recife, em Abreu e Lima, Paulista e Vitória de Santo Antão, em Pernambuco, e em cidades da Paraíba e Santa Catarina.

  • Nenhuma tag encontrada
Notícias Relacionadas
Comente com o Facebook
Ofertas