Mais Categorias
Acontece

Corpo é encontrado intacto 16 anos depois de ser enterrado no Agreste

Cadáver do homem estava igual ao dia do enterro, sem sinais de decomposição

Cadáver do homem estava igual ao dia do enterro, sem sinais de decomposição
REDAÇÃO 04/07/2019 260
    Compartilhe:

O corpo de um homem enterrado há 16 anos foi encontrado intacto no túmulo. O caixão foi aberto pra enterrar outro parente, no cemitério de João Alfredo, no Agreste de Pernambuco, deixando todo mundo surpreso. A possível explicação é que o corpo tinha sido transportado do Rio de Janeiro, onde o homem morreu, para a cidade de João Alfredo, com produtos para manter o corpo intacto, até ser sepultado.

Conservação
O corpo estava em um caixão de madeira, dentro de outro de zinco. Após ser enterrado, acumulou água, junto com os produtos, e o caixão, por ser de zinco, não furou e ficou com a água acumulada, fazendo o corpo permanecer do mesmo jeito.

  • Nenhuma tag encontrada
Notícias Relacionadas
Comente com o Facebook
Ofertas