Mais Categorias
Saúde

Chega a 40 o número de pacientes em tratamento devido ao surto de doença de Chagas em Pernambuco

No dia 11 de junho, havia 31 pessoas passando por cuidados médicos

No dia 11 de junho, havia 31 pessoas passando por cuidados médicos
REDAÇÃO 29/06/2019 190
    Compartilhe:

Chegou a 40 o número de pacientes em tratamento devido a um surto da forma aguda da doença de Chagas, em Pernambuco. O boletim foi divulgado, nesta sexta-feira (28), pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). No dia 11 de junho, havia 31 pessoas passando por cuidados médicos.

O maior surto da doença de Chagas na fase aguda em Pernambuco veio à tona no dia 31 de maio, quando a secretaria confirmou os primeiros resultados de testes.

De acordo com a SES, 77 pessoas participaram de um retiro religioso em Ibimirim, no Sertão do estado, durante a Semana Santa. Dessas, 30 tiveram resultados positivos em testes laboratoriais para a doença e 10 apresentaram sintomas de Chagas.

A doença é transmitida pelo inseto conhecido como barbeiro. Ela pode ocorrer com a picada nas pessoas ou pelo consumo de alimentos contaminados pelas fezes, transfusões de sangue de doadores infectados ou, ainda, durante a gestação ou parto, quando as mães estão infectadas.

Entre os sintomas estão febre contínua, intermitente e prolongada por cerca de sete dias, edema de face ou de membros, manchas vermelhas na pele, inchaço de gânglios, inflamação de fígado ou de baço, além de problemas cardíacos agudos.

Também podem acontecer manifestações hemorrágicas, icterícia, náusea, perda ou diminuição de força física, dor nas articulações, edema inflamatório nas pálpebras ou dor estomacal.

Ao contrário dos doentes que estão na fase crônica da doença, a perspectiva de cura das vítimas desse surto existe, porque eles apresentam a doença na fase aguda, segundo o médico Wilson Oliveira, da Casa de Chagas.

  • Nenhuma tag encontrada
Notícias Relacionadas
Comente com o Facebook
Ofertas