Mais Categorias
Eventos

Total de 65 câmeras para monitorar o São João de Caruaru 2019

Esquema de segurança é fruto de uma parceria entre o Município e o governo estadual

Esquema de segurança é fruto de uma parceria entre o Município e o governo estadual
DANIEL JÚNIOR 01/06/2019 127
    Compartilhe:

O esquema de segurança para o São João de Caruaru de 2019 vem sendo trabalhado há meses em encontros sistemáticos organizados pela Secretaria de Ordem Pública (SECOP) junto com a Secretaria de Defesa Social (SDS), Polícias Militar e Civil, Destra e Corpo de Bombeiros, dentre outras áreas. O objetivo é articular uma festa ainda mais segura para os caruaruenses e turistas de toda a região.

Após as operações bem sucedidas nos anos de 2017 e 2018, o pioneiro Centro de Monitoramento e Gestão de eventos (CIMGE) traz, ainda, mais inovações para este ano. “Além das 45 câmeras, contaremos com mais 20 câmeras no Alto do Moura, unidade móvel da Guarda Municipal, monitoramento na zona rural, imagens por meio de drone em tempo real durante todo o evento e controle de público com contador digital nas entradas de acesso da festa, junto com Sistema operacional de comando e controle desenvolvido pela SECOP, trazendo ainda mais segurança para os forrozeiros”, explica a secretária de Ordem Pública, Karla Vieira.

A Prefeitura Municipal de Caruaru, através da SECOP, está trabalhando, também, no apoio para estadia e logística dos oficiais da Polícia Militar que vêm de todo o estado para cuidar da segurança na maior festa junina de Pernambuco. Novas medidas foram tomadas para melhorar a segurança, não apenas no Pátio do Forró, mas em toda a cidade.

Para cuidar da fiscalização e do ordenamento dos festejos, a Ordem Pública contará com 65 fiscais distribuídos, diariamente, no Centro e logradouros públicos municipais. Os fiscais terão uma atenção especial para o Alto do Moura, São João na Roça, Comidas Gigantes, Pátio de Eventos, Estação Ferroviária, Polo Azulão e Monte Bom Jesus, além do ordenamento dos ambulantes cadastrados e não cadastrados, recolhimento de vasilhames em vidro, fiscalização de marcas dos patrocinadores do São João e das proibições nas entradas do pátio para garantir a segurança do público (cooler, armas, menores desacompanhados, garrafas de vidro, dentre outras coisas).

Entenda o CIMGE:

O Centro Integrado de Monitoramento e Gestão de Eventos (CIMGE) é um sistema de controle de ocorrências, funcionando 24 horas, que auxilia os gestores na qualidade do atendimento ao usuário, com um tempo de resposta muito mais rápido, o que contribui para uma ação mais coordenada entre os setores que estão no Centro de Monitoramento.

O local disponibiliza espaços com computadores, visão ampla das câmeras de monitoramento e sala de crise para reuniões emergenciais. Participam deste projeto, coordenado pela Secretaria de Ordem Pública, as Polícias Militar, Civil e Federal, Bombeiro Militar, Destra, Fundação de Cultura e Turismo e secretarias municipais de Urbanismo e Obras, Serviços Públicos, Saúde, Política para Mulheres, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Procon, Ouvidoria, Desenvolvimento Rural, Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Economia Criativa, Fazenda e Imprensa e Comunicação, o Juizado do Forró, que conta com serviços do Poder Judiciário e Ministério Público de Pernambuco, além do Conselho Tutelar e do Escritório de Práticas Jurídicas do Centro Universitário Asces-Unita.

  • Nenhuma tag encontrada
Notícias Relacionadas
Comente com o Facebook
Ofertas